Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, GUARATINGUETA, CENTRO, Mulher, English



Histórico


    Categorias
    Todas as mensagens
     Citação


    Votação
     Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
     DE Guará
     EE Ana Fausta de Moraes
     Talking About
     2º Blog do Ana Fausta


     
    English Teachers DEGuará


    Matéria interessante enviada pela Profª Kiara Nunes

    VALE A PENA SABER
    INGLÊS


    Prefixos, sufixos e a leitura de textos
    DENISE MACIEL SELMO
    ESPECIAL PARA A FOLHA

    O domínio da leitura nos exames vestibulares tem sido cada vez mais exigido. Abordando vários temas, os textos escolhidos -alguns com vocabulário bastante complexo- podem parecer, à primeira vista, quase indecifráveis.
    A leitura é uma atividade dinâmica na qual o leitor participa ativamente do processo de construção do significado de um texto. Ele interage , formula hipóteses, faz questionamentos, usa seu conhecimento prévio e seus valores culturais para negociar significados, "briga" com o texto para conseguir sua compreensão.
    Uma das armas para brigar com o texto é conhecer sufixos e prefixos.
    Formadores de palavras, eles podem ajudar o leitor a descobrir a classe gramatical de um vocábulo, e, por vezes, deduzir o que o mesmo significa.
    Vejamos o exemplo a seguir onde são acrescentados um prefixo e um sufixo à palavra "place":

    RE + PLACE + ABLE = REPLACEABLE

    A seguir, uma questão da prova da Fundação Getulio Vargas de 2007:

    The United States is a nation of immigrants.
    Those who chose to pull up stakes and try their luck in a distant land "have energy and are willing to take risks," says psychologist John Gartner of Johns Hopkins University. For most immigrants, that translates into a spark and drive that lead them to success in their adopted land. For a few, however, risk-taking coupled with impulsivity may set the stage for violence, Gartner says, "and you do see more violence in immigrant nations like Australia and America". If barriers of language or culture keep an immigrant child from fitting in, it can increase the risk that he will become alienated and, given enough triggers, resort to violence.

    Besides murder and violence are also higher in nations with the largest income inequality. The United States ranks high on this problematic measure. Perhaps it was no coincidence that Cho, murderer of more than 30 people at Virginia Tech, railed that "your golden necklaces weren't enough, you snobs. Your trust fund wasn't enough".
    (from The Anatomy of Crime in "Newsweek", April 30, 2007)
    In paragraph 2, we apprehend that
    A) the poor are more likely to commit crimes.
    B) income inequality tends to undermine murder and violence.
    C) poverty is the deterministic cause of violence.
    D) every American citizen has a high income.
    E) Cho seemed to blame the wealthy for his behavior.

    Na questão do vestibular da FGV, saber que "under" é prefixo de decréscimo ou diminuição evita que o leitor seja induzido ao erro. Traduzindo a alternativa B temos "a desigualdade na distribuição de renda tende a minar os assassinatos e a violência". Neste caso, devido ao prefixo "under" minar indica diminuir, abalar, o que elimina a possibilidade da escolha dessa alternativa como a correta.
    A resposta correta é a alternativa E. Mais uma vez, conhecer o sufixo auxilia o candidato em sua escolha: O substantivo "wealth" (riqueza), acrescido do sufixo "y" e acompanhado do artigo definido "the", transforma-se em "os ricos", grupo ao qual Cho se refere nas frases "your golden necklaces weren't enough, you snobs.
    Your trust fund wasn't enough".

    DENISE MACIEL SELMO é professora de inglês dos colégios Santa Maria e Pio XII

    deniseselmo@yahoo.com.br

     

     

     

    Sufixos e Prefixos

    Significado e transformação

    Exemplos

    UN,IL, IN, IM, IR, DES, DIS

    Negação ou oposição

    Impossible,unconditional

    SUB, UNDER, DE

    Inferioridade ou diminuição

    Subhuman,decrease

    ER, MENT, ATION, ITY, TY, NESS

    Verbos ou adjetivos tornam-se substantivos

    Development, darkness

    Y, IC,ICAL,FUL,LESS,ABLE

    Substantivos tornam-se adjetivos

    Rainy,comfortable

    IZE,IFY,EN

    Adjetivos ou substantivos tornam-se verbos

    Purify, darken

     



    Escrito por teachersdeguara às 11h51
    [] []



     



    Escrito por teachersdeguara às 15h14
    [] []



    Smile - a música preferida de Michael Jackson

    Smile

    Smile though your heart is aching
    Smile even though it's breaking
    When there are clouds in the sky, you'll get by
    If you smile through your fear and sorrow
    Smile and maybe tomorrow
    You'll see the sun come shining through for you

    Light up your face with gladness
    Hide every trace of sadness
    Although a tear may be ever so near
    That's the time you must keep on trying
    Smile, what's the use of crying?
    You'll find that life is still worthwhile
    If you just smile


    That's the time you must keep on trying
    Smile, what's the use of crying?
    You'll find that life is still worthwhile
    If you just smile

    Wherever you are, Michael, SMILE...

    ____________________________________________________________________________________________________



    Escrito por teachersdeguara às 13h39
    [] []



    Lembrando...

    Proposta de trabalho para o EM 

     

    O foco principal da proposta de trabalho para o EM  são as competências de leitura e de escrita e o estudo de algumas estruturas gramaticais e de vocabulário, importantes para a formação de um leitor mais proficiente, tanto no que diz respeito ao seu conhecimento de mundo e de gênero, quanto ao seu conhecimento de língua.

     

    Metodologia

     

    Para desenvolver os conteúdos dos cadernos , devem ser observados os seguintes  princípios:

    1)      língua é um complexo instrumento de interação social e de ação e reação no mundo, realizada em práticas sociais contextualizadas e significativas para os interlocutores, que são participantes da interação

    2)       aprender uma língua é aprender com o outro, trabalhando em equipe; é construir, de forma coletiva, diversos tipos de conhecimento e, nesse processo, compreender erros, acertos e assumir riscos; é entender que esse conhecimento é relativo, podendo ser reelaborado em função de novas informações;

    3)  aprender uma língua estrangeira de uma perspectiva interacionista pressupõe vários   momentos sucessivos de aproximação do aluno com o objeto de estudo, situado em contextos diferentes, de usos cada vez mais complexos, o que promove a construção e a reconstrução do conhecimento de forma espiralada;

     4) dessa perspectiva, pressupõe-se que todos os alunos são corresponsáveis pela aprendizagem de seus pares e por sua própria aprendizagem também. A função do professor, nessa concepção, é orientar os alunos nesse processo durante a realização das tarefas propostas: ele dá subsídios, indica possibilidades para a solução das tarefas, auxilia na escolha das melhores estratégias para lidar com as tarefas, além de monitorar o trabalho dos aluno, intervindo e corrigindo o curso do processo de aprendizagem. Assumir sua função mediadora de forma atenta, frequente e regular

     

     

    Avaliação – Procedimentos:

     

    1) avaliação processual, com sua observação do desempenho dos alunos durante as aulas;

     

    2) avaliação das expectativas de aprendizagem previstas para o bimestre por meio da atividade-síntese (produção escrita) e da tabela de autoavaliação (Can-do chart), ambas organizadas em um tipo de portfolio;

     

    3)      uma prova individual (com cinco questões) que permitirá acompanhar, de modo mais objetivo, o desempenho dos estudantes.

     Em resumo, há uma combinação de  procedimentos que nos possibilitam avaliar a partir de três perspectivas: a processual, a formativa e a somativa.  Sorriso Espero comentários. K&H - Celinha



    Escrito por teachersdeguara às 13h32
    [] []




    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]